terça-feira, 9 de dezembro de 2008

(Um novo) PARABÉNS



Pássaros um dia cantaram alegremente
Na natureza florida e reluzente.
Acho que por ciúme,
Borboletas salientes
Também vieram lá do cume.
As árvores teimando em participar
Pediram ao vento para se curvar
Em homenagem e reverência
Ao teu chegar.
A cachoeira, o sol e o lago
Fizeram um acordo singular:
Espumas e ondas gigantes
Para ti um arco-íris dourar.
E Quando a noite chegou,
Nem a lua sossegou.
Às estrelas cintilantes pediu,
Para fulgirem juntas esse céu de anil.
Bailaram e brilharam com tal,
Em uma data tão especial.
Neste dia mais que glorioso
Marcado no meu calendário
É o teu aniversario
Aqui meu carinho agora triplicado
Claro que não poderia ficar calado
Faz de novo nascer dentro do peito
Com todo amor e respeito
Neste dia tão diferente
Versos que eu teimo em cantar,
Novamente,
Para a ti congratular.




[ Para meus amigos - internéticos ou não - quando no apagar das velinhas...]

2 comentários:

KêDy disse...

Deixando minha marca... muito legal a rima, o texto tudiho

bju

Claudia disse...

Obrigado pela parte que te toco...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails