terça-feira, 9 de junho de 2009

O avesso de mim



Eu juro que vou (te) esquecer

Hoje eu acordei outra  vez prometendo te esquecer.Não quero mais pronunciar seu nome, meu amor!
Vou esquecer o dia que nos conhecemos, naquela tarde do começo de novembro...ainda me lembro. Mas vou esquecer.

Vou esquecer também o teu jeito despojado que me cativou de primeira e me fez voltar acreditar no amor. Eu juro, vou esquecer!


As risadas, os choros, os sermões. Isso era engraçado por que... Tenho que esquecer. Isso. É isso que eu vou fazer!


Aquelas noites de sono que perdi zelando o teu, ali acolhidas em meus braços... Esqueça rapaz! Esqueça.


Não quero mais saber dos sussurros ao pé do ouvido, suspiros de alivio, teu cheiro, teu toque... Eu juro.


E quando passar por ti, não te irei encarar, ainda que quando seguiste, eu der uma olhada – só pra conferir – se não me ignoras também.


Esquecerei todos os retalhos-detalhes: espelho, serenidade, conchas, ansiedade e desejo, convicta indecisão, velocidade, devaneios, verdades e mentiras, flores no caminho,”Estou aqui”, alma e carne, caráter.Abismo.


Eu juro ,meu amor. E, quando eu fizer isso, não saberei quem sou , pois não estarei mais te refletindo.


***
E isso será o (meu) fim.

Um comentário:

KêDy disse...

Engraçdo ou não? estou lendo em pleno dia dos namorados...e sem um...rsrsr mas feliz...lindo e q o fim de ninguem se encerre em outro ser q seja desprezivel...mas se valer apena...cada um sabe de si...
bjos Kleitman

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails