sexta-feira, 17 de outubro de 2008

O que é versão?

Segundo o dicionario:

Do latim vertere = voltar, virar, converter, traduzir. É o verbo usado por Cícero, escritor romano, para a tradução dos filósofos gregos para o latim. Termo convencionalmente usado para a tradução da própria língua para uma língua estrangeira ou de uma língua estrangeira para outra.

Mas todo tradutor sente antes de tudo a idéia do texto. Sentir não é so interpretar seu conteúdo. Aliás,transcende até a idéia…

video
PEDAÇO DE MIM
(Chico Buarque)
Oh, pedaço de mim
Oh, metade afastada de mim
Leva o teu olhar
Que a saudade é o pior tormento
É pior do que o esquecimento
É pior do que se entrevar
Oh, pedaço de mim
Oh, metade exilada de mim
Leva os teus sinais
Que a saudade dói como um barco
Que aos poucos descreve um arco
E evita atracar no cais
Oh, pedaço de mim
Oh, metade arrancada de mim
Leva o vulto teu
Que a saudade é o revés de um parto
A saudade é arrumar o quarto
Do filho que já morreu
Oh, pedaço de mim
Oh, metade amputada de mim
Leva o que há de ti
Que a saudade dói latejada
É assim como uma fisgada
No membro que já perdi
Oh, pedaço de mim
Oh, metade adorada de mim
Leva os olhos meus
Que a saudade é o pior castigo
E eu não quero levar comigo
A mortalha do amor
Adeus
PECADO DE MÍ
(Kleitman Castro)
OH pecado de mí
La mitad añorada de mí
Lleva tu mirada
Que lo recuerdo es lo peor tormento
Lo peor que el sufrimiento
Lo peor que martirizarse
OH pecado de mí
La mitad exilada de mí
Lleva tú esencial
Que lo recuerdo duele como el barco
Que a los pocos del puerto he apartado
Que no quieres tornar jamás
OH pecado de mí
La mitad arrancada de mí
Lleva bulto tuyo
Que lo recuerdo es un abortamiento
La memoria del nacimiento
Del hijo que ya murió
OH pecado de mí
La mitad amputada de mí
Lleva lo que hay de ti
Que lo recuerdo duele así lacerado
La herida muy maltratada
Del miembro que ya perdí
OH pecado de mí
La mitad adorada de mí
Lleva los ojos míos
Que lo recuerdo es lo peor castigo
Y yo no quiero llevar conmigo
La mortaja del amor
Adiós
YOU’RE MY SIN
(Kleitman Castro)
Oh! You’re my sin
My own invisible sin
Searching all my life
With no consent
Delight the good moments
Prevent the unlucky slights
Oh! You’re my sin
My cruelest, cruelest sin!
Be ready to torture
Putting on me a blame
Make me feel ashamed
Die of insecure
Oh! You’re my sin
My hardest, hardest sin!
Swallow me all the pride
Give me a nude face
Take my only chance
Or something that I can hide
0h! You’re my sin
My earnest, earnest sin
Discern me all
Endure the entire tears
Encourage my those fears
Doing it in natural
Oh, definitely! You’re my sin
My lovely, lovely sin!
Let me by your side
Cause loneliness is the worst sentence
Worsen than absence
Please, I can’t hear you saying…
Good-bye

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails