domingo, 23 de abril de 2017

Sobre tempos de mudanças

Illumination -by Paige Bradley



Quer mudar, um aviso: isto dói. Porém, muitas vezes algumas transformações são necessárias; outras inerentes e irreversíveis.

Procure ser bom, mas não bonzinho. Diga “Não” sem culpa (nem sua e nem de ninguém). Seja amigável sempre, garimpe amizades. Valorize a adoração recíproca direta.

Seja sincero. Primeiro consigo. Logo depois com os outros. Respeite (relute) para não julgar. E para que a verdade seja apenas uma opinião.
Pratique resiliência. Queira aflorar empatias. Busque a sincronicidade.

Muito mais que agir, sempre que puder, deseje sentir. Torne-se sinestesia pura. Viva sinergicamente.

E por fim, mas não finito, ame conhecidos, amigos, amores, família na medida que lhes cabem, mas também na qualidade da mesma pura beleza.

E assim seja.


quarta-feira, 19 de abril de 2017

JOSÉ, O CONCURSEIRO




E agora, José?
A festa acabou,
a luz apagou,
o povo sumiu;
tempos sombrios...
E agora José?

Em tempo de ódio,
melhor ser amado (?)
Entre mesmos discursos,
melhor ouvir calado (?)
Você ainda faz versos,
ama, ... e protesta(?)

Você que estuda
e vê concurso adiar;
não bebe, nem fuma,
só faz se lascar...

Está sem mulher,
está sem dinheiro,
 e seu sorriso é meeiro...

E todos somem.
E tudo lhe consome.
E agora, José?

Mas não se foi a esperança,
nem a pujança...
Nem tudo se acaba.
Nem tudo lhe foge.
Você persiste, você insiste. Você resiste.
Eu sei que tá foda...
Mas VOCÊ É FORTE, JOSÉ!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails